Le Petit Galois – Sítio do Carroção

Estamos indo de volta pra casa

Publicado em 18 de agosto de 2019

Bom tarde famílias!

Após o café da manhã fizemos mais duas aventuras. Estamos terminando a amanhã com 01h de horário livre.

Infelizmente nossa viagem está acabando  ? 

O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis. Que experiência fantástica!

Somos gratos por todos os momentos compartilhados e vividos com nossos queridos passageiros. Obrigado as famílias e Escola pela confiança e por acreditar no nosso trabalho. Obrigado à orientadora Nívia e a professora Cristina pelo parceria, carinho, comprometimento… Vocês sempre fazem a diferença.  

 Até uma próxima viagem!

Previsão de chegada – 23h35 – Voo AZUL 4276 

Equipe RELP


Comente »

Aventuras do dia

Publicado em 17 de agosto de 2019

Boa noite famílias!!!

No período da manhã fizemos 02 aventuras e 01h livre de piscina, trilha, salão de jogos, labirinto, futebol… Almoçamos às  13h 15min e fomos para mais 01 aventura. No final da tarde tivemos, novamente mais 01h livre. Fomos para os alojamentos às 17h30 para um pequeno descanso, banho e ficar bonitos para a baladinha, que promete!

Aventura que fizemos hoje:

Planeta Terra – Pulando de continente a continente sobre um planisfério, o grupo descobre que pode percorrer o mundo, pelo menos em escala. São 8.500m² de relevo, onde eles aprendem ao vivo o que vem a ser ilha, cabo, baía, serras e vales. Observando o nascimento de um rio, tomando banhos de cachoeira em sua nascente, ou garimpando seu leito até a foz, o grupo integra-se à paisagem. Penínsulas, enseadas, abrolhos, abrem-se para uma lagoa que representa o oceano. É aí que o rio deságua, formando ilhas e praias, onde as crianças menores gostam de tomar sol. O Planeta Terra também surpreende por mostrar fenômenos que normalmente são difíceis de serem observados de perto. É o caso do gêiser, onde as crianças se divertem jogando suas camisetas e bonés a 15 metros de altura. Na Lagoa do Arco-íris, todos ficam maravilhados, observando como se processa o fenômeno da divisão do espectro solar.

Enigma da Pedra – Caminhando pelo rio em clima de aventura, saimos em busca de uma passagem secreta. A missão é decifrar o Enigma da Pedra! Entrando por uma fresta aberta numa rocha, os pequenos exploradores nem imaginam o que poderão encontrar. O que haverá no final do túnel? A expectativa acaba na parede da caverna. Então, o guia propõe o Enigma: o que seriam aquelas pedras incrustadas na rocha? Abririam uma porta secreta? Tocando uma das pedras, eles observam que ela rola até um orifício. Mas… a água começa a subir! Como enfrentar esse imprevisto? A segunda pedra pode ser a resposta. Infelizmente, nada muda. Mas a terceira pedra resolve o Enigma! Diante de seus olhos maravilhados, surge a Caverna do Lago Azul, com suas cachoeiras e tobogã de água quentinha, estalactites e estalagmites. É nesse paraíso que todos se sentem aconchegados e felizes.

Trilha do Indiana Jones – 01 grupo fez ontem e outro hoje

Elo Perdido – 01 grupo fez ontem e outro hoje

Spazukamonaring – 01 grupo fez ontem e outro hoje

Bio Planeta – 01 grupo fez ontem e outro hoje

Confiram nas fotos a alegria das crianças. 

Até amanhã com mais notícias. 

Abraços, Equipe RELP

 

 


Comente »

Aventuras!!!

Publicado em 16 de agosto de 2019

Boa noite famílias!!!

Hoje o nosso dia foi muito intenso, divertido e cheio de surpresas. Cada grupo fez duas aventuras e amanhã inverte as aventuras dos grupos.

Trilha do “Indiana Jones” – Aqui começa a grande aventura, num verdadeiro estilo “Indiana Jones”. Passando pela cortina das águas da cachoeira, encontramos a passagem secreta que leva à caverna. Dentro dela, o maior desafio é descobrir o segredo de sua saída, evitando os túneis por onde rola uma pedra gigante. Ao sair da caverna, percorremos um “canyon”, na mesma mata ciliar por onde passamos. Depois de vencer muitos obstáculos, nada melhor do que uma pausa refrescante na grande Cachoeira da Trilha. Já refeitos e prontos para prosseguir, retomamos a caminhada. Quando menos esperamos, descemos velozmente por um tobogã de nada menos que 103 metros, passando por dentro de outra caverna, até cairmos nas águas claras do ribeirão.

“Elo Perdido” – Seguir pistas, observar vestígios e detalhes do caminho sempre é uma tarefa instigante. Procuramos pistas de uma expedição que saiu à procura do Elo Perdido. O guia comenta que os paleontólogos passaram por ali há muito tempo, na década de 40. Passamos por uma ponte de pedra ao estilo das formações do Grand Canyon, e percorremos a trilha no meio da mata. De repente, olhamos para cima, que surpresa! Lá está um avião antigo, sobre as árvores. Entramos a procura de pistas. O motor funciona! E lá está um mapa, uma bússola… Orientados por esses instrumentos, seguimos em frente e avistamos um sítio paleontológico. Escavamos e encontramos pequenos fósseis, subimos em uma colina e, quando menos esperamos, avistamos o esqueleto de um enorme Tiranossauro Rex.

Spazukamonaring – O sonho da Fórmula1 é possível! Nesta minipista de 250 metros, as equipes percorrem trechos de 4 dos mais importantes circuitos mundiais: Spa Francorchamps, na Bélgica; Suzuka, no Japão; Mônaco, no Principado de Mônaco; e Hungaroring, na Hungria. Primeiro, todos se reúnem na Praça dos Pilotos, para ouvir o regulamento e receber as superlicenças. E chega a hora da grande largada! Os participantes se revezam, dando o melhor de si e passando por pontes, desníveis e curvas, em situações que simulam dificuldades como neblina e chuva. O desempenho de cada piloto é narrado ao vivo, tendo ao fundo o ruído de motores, para animar ainda mais a torcida, que vibra até o final! Enquanto alguns visualizam toda a pista pelas câmeras instaladas em diversos pontos, outros preferem observar do alto das janelas do mini hotel toda a paisagem.

Bio Planeta – Nada mais incrível do que a história de vida do planeta. A aventura começa por um túnel subterrâneo. Rodeados de aquários por todos os lados, todos querem chegar perto para ver não só as 21 espécies de peixes fluviais que vivem no Sítio como também os que vivem nas bacias brasileiras. Mas as grandes estrelas são os filhotes de Jacaré do Papo Amarelo. Que vontade de ver mais de perto, de tocar! Pois isto é possível: é só visitar o berçário… Já os jacarés adultos ficam num set surpreendente que reproduz fielmente o habitat natural, com 180 mil litros de água alimentados por duas cachoeiras. A visão é fantástica!

Por aqui está tudo ótimo!

Nesse momento estão todos descansando. Vamos carregar as energias porque amanhã tem muito mais.

Equipe RELP

 


Comente »